CREMAÇÃO

CREMAÇÃO 2019-06-24T10:03:46+00:00
A Cremação apresenta-se como uma tendência e uma solução para o problema da superlotação e falta de segurança nos cemitérios tradicionais. Além disso, é isenta de custos futuros, como anuidades ou manutenção cemiterial. A Cremação é a melhor opção para quem quer fazer da despedida uma boa recordação.

Qual o processo da Cremação?

É um processo que, através da incineração, transforma um corpo em cinzas. O corpo é colocado em um forno crematório próprio para o procedimento, onde é submetido a uma temperatura variada entre 1400 e 1800ºC. No corpo humano não existe célula que tolere uma temperatura superior a 1000ºC. Os fragmentos minerais resultantes passam por um processo de redução final. Após isso, são colocados em uma urna de cremação e entregues a família.

Qualquer pessoa pode ser cremada?

Por ser um processo irreversível, existem alguns requisitos:
• O óbito deve ser atestado por dois médicos;
• Em vida, a pessoa deve deixar sua vontade de ser cremada documentada e registrada;
• Em caso de não ter deixado documentada, o parente mais próximo deve preencher e assinar um formulário de autorização de cremação;
• Se a família se opuser, o processo não poderá ser realizado;
• Em caso de morte violenta, a cremação só será realizada se a família conseguir autorização judicial.

A cremação afeta o meio ambiente?

Não. A cremação é um processo considerado limpo, pois os resíduos tóxicos resultantes são retidos pelos filtros de ar e a dispersão das cinzas não contamina as águas, com a vantagem de não ocupar um espaço físico e de evitar possíveis infecções. Na Cremação a urna (caixão) também é incinerada (queimada). O vidro e os metais são tirados para não prejudicarem a qualidade do processo.

Cremação dispensa funeral?

A Cremação não dispensa o funeral (cerimonial) que é realizado conforme cada credo. A Cremação substitui o Sepultamento.

O que é feito com as cinzas?

Após o processo crematório que leva em média 3 horas, as cinzas são entregues a família em urna funerária própria para cremação a qual dará o destino final conforme vontade do ente querido. As cinzas podem ser espargidas, enterradas ou até mesmo permanecer guardadas.